Excesso de Peso e Obesidade - Entenda a diferença entre eles


diferença entre excesso de peso e obesidade
Obesidade e excesso de peso são coisas diferentes - Entenda a diferença entre eles

Obesidade e excesso de peso, os dois termos são usados para tratar do mesmo assunto, a gordura!

Contudo, são termos médicos usados pela maioria das pessoas, mas que denotam diferentes níveis relativos à saúde de um indivíduo.

Mesmo que a primeira seja uma condição mais perigosa do que a última, ambas devem ser evitadas, pois podem aumentar as chances de uma pessoa desenvolver inúmeras doenças graves e problemas de saúde.


Quem quer emagrecer muitas vezes pergunta-se quais são as diferenças entre ter excesso de peso e ser obeso. A diferença entre estas duas situações é simples e verificável com recurso ao Índice de Massa Corporal.

O excesso de peso e a obesidade diferem no grau de acumulação de gordura, sendo que, a Organização Mundial de Saúde usa o IMC (Índice de Massa Corporal) como um indicador de peso saudável, considerando o IMC de um peso saudável entre 18,5 e 24,9. O excesso de peso e a gordura verificam-se quando o valor do IMC é superior ao considerado saudável.


Um médico pode classificar um indivíduo entre estas condições de acordo com inúmeras medições. A abordagem mais comum é usar o peso e a altura de uma pessoa para calcular seu IMC (índice de massa corporal), que tende a correlacionar-se com o seu nível de gordura corporal (os atletas são exceções). Em geral, um IMC ideal está entre 18,5-24,9; indivíduos com IMC menor que 18,5 são considerados abaixo do peso. Indivíduos com IMC entre 25-29,9 são considerados com sobrepeso, e 30 ou mais são classificados como obesos.

As diferentes causas para o excesso de peso

Nem todos os casos de excesso de peso se devem ao mesmo motivo. As causas mais comuns para problemas de excesso de peso incluem:


Peculiaridades genéticas: 
Existem predisposições genéticas que aumentam a propensão a problemas de excesso de peso e que dificultam processos de emagrecimento;

Baixo metabolismo: 

Recorrer com frequência a dietas restritivas pode levar ao abrandamento do metabolismo, o que além de dificultar o normal gasto de energia, leva a uma cada vez maior dificuldade em emagrecer;

Desequilíbrio do balanço energético:
O excesso de peso pode ter origem no fato de serem ingeridas mais energia do que aquela que é consumida no dia-a-dia;

Composição inadequada da dieta: 
Uma dieta pouco saudável está muitas vezes na base de um problema de excesso de peso;

Distribuição inadequada da ingestão energética ao longo do dia: 
Não tomar o café da manhã, por exemplo e compensar com um jantar mais pesado;

Outros fatores como o clima, o stress, a gravidez, o comer muito depressa, etc….

É importante convencermo-nos de que o peso ideal não existe de forma generalizada.

Cada individuo tem o seu peso saudável dependendo de diversos fatores fisiológicos: altura, idade, sexo, grau de forma física, etc. Por exemplo: um atleta pode ter a mesma altura e peso de um individuo sedentário e o atleta não tem excesso de peso (1kg de massa gorda, tem mais do dobro do volume de 1Kg de músculo) e o individuo sedentário sim.

Para aqueles com diabetes, não estar em seu peso ideal agrava ainda mais os seus sintomas ou coloca esses pacientes em risco de desenvolver complicações médicas. Por esta razão é importante entender as diferenças entre excesso de peso e ser obeso, e como essas duas condições podem afetar a sua saúde.

Como mencionamos anteriormente, estar fora de sua faixa de peso ideal coloca você em risco de desenvolver vários problemas de saúde.

A diferença entre excesso de peso ou obesidade diz respeito simplesmente à maior ou menor probabilidade de desenvolver doenças de saúde graves.

Obviamente o melhor é perder peso e evitar estar em qualquer uma dessas classificações. Muitos de nós já estamos cientes da importância em perder os quilos extras e que a melhor forma em fazê-lo é cuidando da alimentação e praticando atividades físicas.

Para mais dicas sobre como mudar seus hábitos e manter uma boa alimentação e rotina de exercícios, consulte seu médico ou nutricionista.

Fonte: beSlim / Diabetv - Arte: Clínica Gastrocirurgia



Relacionadas Para Você
Anterior
« Anterior
Proxima
Proxima »