Peso Ideal - 10 Dicas para conseguir manter o peso desejado

 Peso Ideal - 10 Dicas para conseguir manter o peso desejado Publicar
Peso Ideal - 10 Dicas para conseguir manter o peso desejado

Você conseguiu atingir o peso desejado, PARABÉNS!!! Mais e agora para manter?

Você lutou, passou por várias dificuldades, enfrentou várias tentações e enfim conseguiu atingir "o seu peso ideal". Agora começa um novo caminho, manter o peso desejado, como fazer - vamos lhe ajudar com algumas dicas!

A manutenção do peso não é algo fácil, que tenha uma fórmula milagrosa que sirva para todo mundo, uma vez que tem que se levar em conta as necessidades energéticas de cada indivíduo, e só é possível quando a quantidade de energia ingerida é igual à quantidade de energia gasta.


Algumas dicas que sugerimos aqui, servem para todos, contudo, saiba que a individualidade do organismo tem toda a importância no sucesso do processo, sabendo sempre que é necessário consultar um profissional de nutrição, de modo a conseguir atingir o objetivo de forma eficaz.

1. Alimente-se bem
Evite ficar grandes períodos de tempo sem comer. Expôr o organismo a períodos de jejum prolongado provoca a diminuição do metabolismo, levando a uma maior facilidade em ganhar peso. Assim, deve fazer vários lanches ao longo do dia;

2. Coma devagar e mastigue bem os alimentos
Este parece um conselho irrelevante, mas que faz toda a diferença na quantidade de alimentos ingerida, uma vez que a libertação dos hormônios que transmitem a sensação de saciedade ao cérebro só começa 20 minutos após o início da refeição. O fato de fazer a refeição sentado também influencia o organismo a sentir-se saciado com uma menor quantidade de alimentos;

3. Não pule o café da manhã
Comece o dia com um café-da-manhã completo, que contenha, preferencialmente, um alimento rico em carboidrato, como pão ou cereais, pelo menos uma fonte de proteína, como o presunto de peru, o ovo, o queijo fresco, o requeijão, ou até o leite, o iogurte ou alimentos equivalentes, e uma fruta;

4. Coma de tudo um pouco, mais com moderação
Ingira carnes vermelhas - optar pelos cortes magros e limpos, sem gorduras visíveis - no máximo duas vezes por semana, peixes gordos três a quatro vezes por semana, e as restantes refeições principais de outros peixes ou carnes. Inclua na sua alimentação 2 a 3 porções de fruta por dia, legumes nas 2 refeições principais, e leguminosas como feijão, grãos, ervilhas, favas, lentilhas ou soja, pelo menos, 2 vezes por semana;


5. Procure sempre fazer uma alimentação saudável
Exclua os alimentos industrializados, ricos em gorduras saturadas e trans e açúcares de absorção rápida, uma vez que são altamente prejudiciais à saúde. Na mesma linha de pensamento, limite o consumo de fast-food, de refrigerantes e de bebidas alcoólicas. Evite frituras, optando por ingerir alimentos mais simples e pobres em gordura, como os grelhados, cozidos, crus, ensopados ou assados, sem molho, etc;

6. Modere o consumo de sal
Privilegie o consumo de ervas aromáticas, especiarias, limão, alho, cebola e outros, ao invés de utilizar grandes quantidades de sal para temperar as suas refeições. Utilize o sal com moderação, uma vez que o seu uso excessivo traz grandes problemas para a saúde, principalmente a hipertensão;

7. Cuidado com a tentação dos pães
Evite o pão de farinhas refinadas, branco. O pão escuro é uma fonte de hidratos de carbono complexos, que fornece energia por um período de tempo considerável. Deve optar por ingeri-lo de manhã, ou noutras refeições do dia, evitando o seu consumo exagerado à noite. Não se esqueça que também este é um alimento a consumir com moderação: se abusar da quantidade, a quantidade excedente de hidrato de carbono é transformada em gordura e armazenada no organismo;

8. Não diga que não aos doces, mas consuma-os com muita moderação
Evite as típicas sobremesas, e, se tiver necessidade de comer algo imediatamente a seguir ao prato, prefira fruta, gelatinas de fruta ou sorvetes de fruta. Ao jantar, experimente incluir uma infusão ou chá como sobremesa, de forma a facilitar a digestão;

9. Nunca se esqueça da água
Mais uma vez, é fundamental manter o seu corpo hidratado. Deve ingerir cerca de 1,5L de água ou líquidos não açucarados;

10. Agora a recomendação de praxe, faça alguma atividade física
Pratique exercício, pelo menos 30 minutos por dia. O exercício é uma peça-chave, não só pelo papel óbvio na manutenção de um metabolismo acelerado, de valores normais de gordura e de músculo, mas também como agente motivador, que permite o aparecimento da sensação de relaxamento e que ajuda a diminuir a ansiedade.

Fontes de consulta: Boa Saúde / Vida e Saúde / Vix - Vida 



Relacionadas Para Você
Anterior
« Anterior
Proxima
Proxima »