Isotônicos - Saiba mais sobre isotônicos - Uso e benefícios

Isotônicos - Saiba mais sobre isotônicos - usos e benefícios
Isotônicos - Saiba mais sobre isotônicos - usos e benefícios

Isotônicos são bebidas à base de água, sais minerais e carboidratos, ideais para reposição de líquidos e eletrólitos perdidos através do suor durante atividade física 

Os isotônicos suprem os sais minerais perdidos durante a atividade física e repõem os níveis de glicose, auxiliando na continuidade do exercício. 

São ideais para quem não tem tempo de se alimentar antes do treino. São chamados isotônicos por possuírem formulação semelhante ao plasma, o que facilita a absorção.

Quem pratica qualquer esporte ou atividade física sabe que manter-se hidratado, antes, durante e depois do treino, é essencial para conquistar um bom desempenho e bem estar.

Além da água, que deve ser consumida obrigatoriamente em grandes quantidades, outras bebidas podem auxiliar no processo de reposição dos nutrientes perdidos durante atividades de longa duração.

Com formulação semelhante ao do plasma humano, os isotônicos contam com carboidratos e sais minerais como sódio e potássio em sua composição. Segundo a especialista em nutrologia e medicina do exercício, Dra. Alice Amaral, esse é o principal diferencial das bebidas esportivas: a capacidade de repor não só água, mas também outros nutrientes.
“Quando há uma perda excessiva desses minerais, o indivíduo pode apresentar sintomas como câimbras, tontura, visão turva e até perda da consciência. Isso ocorre devido à hiponadremia (carência de sódio) e hipopotassemia (carência de potássio)”, explica.
Indicados principalmente para quem pratica atividades como corrida, triatlo e ciclismo, os isotônicos devem ser consumidos apenas quando a perda de peso durante o exercício é de cerca de 2%. De acordo com a nutricionista Dra. Talitta Maciel, a ingestão da bebida não deve ser misturada com outras fontes de hidratação. “Deve ser procurado um profissional de nutrição para indicar a melhor forma de se hidratar depois dos exercícios de acordo com a necessidade de cada um”, aconselha.


Quer tal aprender a fazer o seu isotônico em casa? 

A nutricionista Talitta Maciel, da Clínica Espaço Reeducação Alimentar, bolou 3 receitas bem fáceis de fazer.
Os benefícios de fazer o seu próprio isotônico são diversos, a começar que ele estará livre de conservantes e outros componentes químicos, normalmente presentes nas versões industrializadas. Confira!

Isotônico relaxante
foto - aliadosdasaude

– 500 ml de água filtrada
– 5 colheres (sopa) de açúcar demerara: o açúcar demerara possui vitaminas do complexo B, que atuam na recuperação muscular, além de  potássio e carboidratos.
– 1 colher (café) de sal: O sal atua na reposição de sódio, principal mineral perdido durante o exercício
– 1 maracujá médio (polpa): A fruta apresenta boas quantidades de sais minerais – cálcio, ferro, fósforo, sódio e potássio, vitamina C, vitaminas do complexo B, além de antioxidante que ajudam na recuperação do estresse oxidativo causado pelo exercício.
Misture bem em uma coqueteleira e beba bem gelado.

Isotônico refrescante

– Suco de 1 limão: O limão é rico nas vitaminas A, C e do complexo B, possui antioxidantes que auxiliam na recuperação muscular, minerais, entre eles potássio, cálcio, magnésio, iodo, cobre e silício.
– 1 colher (sopa) de mel: fonte de frutose, glicose e sacarose, o mel ajuda a repor instantaneamente a energia
– 1 colher (café) de sal
– 500 ml de água gelada
– 1 colher (chá) de gengibre em pó: O gengibre é um potente antioxidante e anti-inflamatório
– 10 folhas de hortelã: O hortelã possui sais minerais, potássio, sódio, magnésio e fósforo, além de vitaminas C, D e B, antioxidantes que auxiliam na recuperação pós-exercício.
Misture todos os ingredientes em um squeeze e consuma gelado.

Isotônico cítrico
aliadosdasaude.com.br

– 250 ml de suco de limão, laranja e acerola: Eles são ricos em potássio, auxiliam na reposição de eletrólitos perdidos com o suor, fornecem vitamina C, que auxilia na imunidade, e frutose, que ajuda na reposição de carboidratos perdidos durante o exercício).
– 1 colher (sopa) de melado de cana: O melado possui minerais como potássio, selênio, cálcio, ajudando a repor os eletrólitos, além de ser fonte de carboidratos e repor a energia consumida por músculos e fígado (glicogênio). Os minerais presentes no melado ajudam na contração muscular.
– 1 colher (chá) de sal: atua na reposição de sódio, principal mineral perdido durante o exercício.
– 50 ml de água gelada
– Gelo
Coloque os ingredientes em uma squeeze e agite bem.

Fontes: Revista Sport Life - Copacabana Runner




Relacionadas Para Você
Anterior
« Anterior
Proxima
Proxima »