Batata-doce - Receitas para aproveitar mais a queridinha das academias

aliados da saúde
Batata-doce - Receitas para aproveitar mais a queridinha das academias

Bata doce, vejam dicas para aproveitar mais a queridinha das academias

O alimento favorito pelos fisiculturistas e frequentadores de academia em geral, a bata-doce não é recomendada apenas para quem pratica alguma atividade física, mas também para quem deseja emagrecer

"Ela tem um baixo índice glicêmico, ou seja, a energia contida nela é liberada gradualmente no organismo, aumentando a sensação de saciedade", explica a nutricionista Elaine Fontes, do Spa Loongevity by Sisley.

Musa da alimentação fitness por ser rica em carboidratos excelentes para a saúde, a batata-doce é um dos ingredientes mais versáteis da cozinha. De sabor naturalmente adocicado, substitui a batata comum em praticamente todas as receitas com este tubérculo, como nhoques, chips e purês.

Tradicional na alimentação rural, especialmente no café da manhã, a batata-doce tem uma grande variedade de cores e formatos. Sua casca e polpa podem ir do amarelo claro, passando pelo alaranjado até o roxo escuro. Dependendo do tipo, a cor pode se manter muito viva mesmo após a cocção.

Seu preparo é rápido: cerca de 15 minutos são suficientes para amaciá-la. Durante as festas juninas, é costume assar as raízes diretamente na fogueira, até ficarem com as cascas pretas e a polpa bem macia. Mas ela pode render outros pratos ainda mais deliciosos - basta aprender como lidar com ela.











Cuidado com o tempero

Simplesmente cozida e amassada, a batata-doce vira um purê de sabor agradável e delicado que pode ser usado como base para nhoque, bolinhos, massa de coxinha e substituindo a mandioca no escondidinho de carne seca. Descascada, crua e em cubos, enriquece sopas, picadinhos, ensopados e cozidos, agregando um gosto adocicado e ajudando a encorpar o caldo, graças ao seu alto teor de amido.

No preparo dos pratos, há que se tomar cuidado com a quantidade de sal. Como a raiz é doce, é comum tentar compensar esse sabor caprichando no toque salgado, o que não é necessário. Vale investir em outros ingredientes que suavizam essa doçura, como ervas frescas.


Variando o preparo

Aqueles que procuram variar no sabor das receitas encontram na batata-doce uma parceria certa. Se for cortada finamente em lâminas e frita em óleo quente, transforma-se em chips crocantes que podem acompanhar de saladas a sanduíches. Uma opção fácil de acompanhamento para carnes e aves é preparar a raiz fatiada, levemente aferventada e assada em forno quente com azeite, sal, pimenta e ervas, até dourar. Fica crocante por fora e macia por dentro.

Visitem nossa página no facebook
Doce de batata-doce

Dentre as sobremesas, o doce de batata-doce é um clássico. Pode ser feito tanto com a variedade amarela quanto com a roxa, especialmente as de polpa bem escura, para um resultado bonito e saboroso. A receita não poderia ser mais simples: apenas batata-doce cozida, misturada a igual quantidade de açúcar, perfumada com cravos e cozida em fogo brando até desprender do fundo da panela.

Esta raiz também fica bastante saborosa se cozida em cubos em calda de açúcar com especiarias, ou usada na forma de purê para rechear tortas doces. A versão brasileira para o "marrom glacê", feito originalmente com castanhas portuguesas, é elaborada com um fino purê de batatas-doces amarelas aromatizado com baunilha. Cravo, canela, anis e noz-moscada combinam com o dulçor natural desse ingrediente.

Para uma sobremesa simples, lave bem as batatas-doces e fure-as levemente com um garfo. Enrole-as em papel alumínio e asse-as em forno bem quente, por cerca de 30 a 40 minutos. Quando estiverem macias, retire-as do forno, abra-as ao meio e sirva-as, ainda quentes, com melaço de cana e requeijão ou cubos de queijo fresco.
Como escolher e conservar 
A batata-doce se conserva por algumas semanas, desde que bem armazenada, preferencialmente em local fresco e seco. Na hora da compra, prefira as que estiverem íntegras, sem machucados, sinais de mofo ou partes moles. Em contato com o ar, a polpa cortada oxida rapidamente, ficando escura. Por isso, recomenda-se o cozimento das batatas-doces com casca, que pode ser removida após o preparo. Se desejar cortá-la em fatias, mantenha-as por pouco tempo em uma tigela com água, até a hora de usar.

Fonte: Uol - Comidas e Bebidas



Topo