Prática de exercícios físicos - Nunca é tarde para começar a se exercitar

Prática de exercícios físicos - Nunca é tarde para começar a se exercitar

Passada a idade mais comum para o início da prática esportiva, vale a pena começar corrida, natação ou ciclismo? A resposta será sempre sim. 

O médico Nabil Ghorayeb afirma que pessoas com mais de 50 anos devem fazer exames e iniciar qualquer atividade física, deixando o sedentarismo de lado o quanto antes.

Várias pesquisas sérias mostram que em qualquer idade devemos praticar atividade física regular, sem ou com supervisão médica.

Evidentemente, desde que não haja contraindicação ortopédica ou de problemas do nosso organismo como DPOC (doença pulmonar obstrutiva crônica), sequelas de AVC (acidente vascular cerebral), as poucas cardiopatias (obstrução, chamada também de estenose de válvula cardíaca), cujas pioras têm relação com exercícios físicos e mesmo outras doenças que têm limitações físicas como labirintite, reumatismo crônico, obesidade etc.

Para evitarmos o sedentarismo nos portadores dessas doenças, recomendamos procurar serviços públicos ou particulares de reabilitação. Para terem ideia, as pessoas portadoras de necessidades especiais, como por exemplo, os cadeirantes e outros passaram a ter como parte obrigatória de seu longo tratamento a atividade física regular.

A prática de exercícios físicos três a quatro vezes na semana conseguiu diminuir o risco de obesidade, diabetes e cardiopatias que se elevaram muito nesse grupo de pessoas.

A faixa de idade conhecida como máster e sênior passou a se interessar pela prática esportiva de uma maneira explosiva, e esse grupo depois de qualificada e competente avaliação médica especializada se beneficia enormemente na longevidade, melhor evolução das doenças, e ainda ganham o que todos desejamos, muito melhor qualidade de vida.



Vale a pena lembrar que os benefícios adquiridos desaparecem quase que completamente se a pessoa voltar à vida sedentária por qualquer razão que seja. Infelizmente não existe poupança de benefícios dos exercícios. Se parar, em poucas semanas perde-se o benefício adquirido, e deve-se atentar que no retorno, o reinício deve ser gradual e partindo de um novo começo, tudo isso para evitar lesões decorrentes da vontade de atingir logo o ponto de performance onde estava.

Fazer exercício de três a quatro vezes por semana é o indicado

Passou dos 40? Lembre-se de alguns pontos cruciais:

1 - Faça atividades físicas regulares sempre e tenha como foco atingir os benefícios pela regularidade e não pela intensidade, que apesar de incentivada por alguns, é a causadora mais frequente das lesões ortopédicas e até cardíacas.

2 - Pela faixa de idade é obrigatória uma avaliação clínica previa complementada pelos exames de eletrocardiograma e teste ergométrico simples com médico ao seu lado, caso não seja possível o
ergoespirométrico.

3 - Escolha a modalidade esportiva possível que lhe traz um mínimo de prazer.

4 - Suplementos, só com indicação nutricional. Hormônios só com clara e esclarecida indicação médica, e na dúvida faça segunda opinião sem constrangimentos, pois é absolutamente ética essa medida.

5 - Nunca utilize medicamentos que não sejam indicados por médico.

Fonte: Euatleta


Topo