Alimentação Saudável - Saiba mais sobre orgânicos, hidropônicos e transgênicos

aliados da saúde
Alimentação Saudável - Saiba mais sobre orgânicos, hidropônicos e transgênicos

Uma alimentação saudável está na lista de praticamente 9 em cada 10 pessoas hoje em dia. Mais você realmente sabe o que está consumindo?

Quando pensamos em ter um estilo de vida saudável, precisamos estar mais consciente em relação à origem e produção dos alimentos que consumimos, agredir menos o ambiente e evitar desperdícios. 

Os rótulos dos alimentos contém informações sobre a qualidade e quantidade nutricional e procedência do produto.


Saiba mais sobre a diferença entre alimentos orgânicos, naturais, hidropônicos, transgênicos e como eles são classificados e fiscalizados no Brasil.

Toda agricultura orgânica não pode utilizar agrotóxicos, hormônios, drogas veterinárias, adubos, fertilizantes químicos, antibióticos ou transgênicos em qualquer fase da produção do alimento.

Utilizam como práticas agrícolas, por exemplo, biofertilizantes, adubos orgânicos, adubação verde, rotação de culturas, plantio direto.

Estudos científicos mostram que os alimentos orgânicos são melhores para a nossa saúde em relação aos micronutrientes (vitaminas e minerais). Dados preliminares de estudo realizado pela Universidade de Newcastle, no Reino Unido, indicam que eles têm potencial antioxidante 40% maior do que alimentos não orgânicos, relacionadas à diminuição dos riscos de câncer e de doenças cardiovasculares.


Qual a diferença entre produto orgânico e produto com ingredientes orgânicos?


Para ser considerado orgânico, o produto deve ser composto de, no mínimo, 95% de ingredientes orgânicos. Os que têm proporção menor só podem ser chamados de “produto com ingredientes orgânicos” e essa porção tem que ser de, no mínimo, 70 %.

Alimentos hidropônicos
São caracterizados pelo cultivo direto na água, sem solo. Utilizam-se fertilizantes solúveis, incluindo agrotóxicos, que são colocados na água e absorvidos pelas raízes das plantas.

Alimentos transgênicos
São alimentos desenvolvidos em laboratório com parte de diferentes espécies. Conhecemos ainda muito pouco sobre os efeitos à longo prazo do consumo e mais estudos são necessários.

Perigo do uso dos agrotóxicos
Têm ação devastadora sobre todas as formas de vida do solo e do ambiente geral. Contaminam quase tudo o que encontram, destruindo a biodiversidade, contaminando a água dos rios e dos lençóis freáticos, promovendo à longo prazo o aumento das pragas.

Qual a forma segura de lavar hortaliças (frutas/verduras e legumes)?


• Todo alimento de origem vegetal que é consumido cru e com casca deve ser lavado em água corrente, deixar de molho em água com solução de hipoclorito de sódio (HIdrosteril, Clorin e etc) por 20 minutos e depois enxaguar em água filtrada para retirar o cheiro do hipoclorito.

• Utilizar vinagre não é suficiente para matar os microorganismos.

• Caso você não tenha acesso a estes produtos utilize uma colher de sopa de água sanitária para 1 litro de água. Leia o rótulo dela, sua composição deve conter apenas hipoclorito de sódio, não pode ter corantes, detergentes, fragâncias. Não pode ser alvejante ou tira manchas.

Fonte: globoesporte.globo.com / Ministério da Agricultura

Conheça nossa Fã Page



Topo