Yoga - Aliado da saúde do corpo e da mente


Yoga - Aliado da saúde do corpo e da mente

Para começar o ano com muita paz e serenidade, além é claro, de cuidar melhor do corpo e do espírito.

Mahatma Gandhi dizia que "não há caminho para a paz, a paz é o caminho".

Quem pratica  yoga regularmente é testemunha dos muitos benefícios que a atividade oferece, não só para a saúde do corpo, mas também para a da mente. 

Surgida na Índia, a prática reúne uma série de técnicas, como posturas físicas, exercícios respiratórios, relaxamento e meditação. Tudo isso somado a uma abordagem sobre o propósito da existência humana, ajudando quem faz a se compreender melhor, tornando mais fácil lidar com os altos e baixos da vida e o cotidiano, mais tranquilo, pleno e feliz.

Nas últimas décadas,a eficácia desses antigos conhecimentos passaram a ser estudados pela ciência, ganhando o respeito da medicina. O melhor de tudo isso é que os efeitos positivos aparecem logo após a primeira aula e vão aumentando com o passar do tempo que a pessoa se dedica ao yoga.



Assistam este vídeo em que a jornalista Angélica Hodge entrevista o instrutor de Yoga Dada Ranendranada e os professores de Yoga Elce Bueno e Marcos Vasconcelos, para uma visão mais ampla sobre esta prática.




A prática começa a mudar a sua cabeça e corpo no momento em que você termina a primeira aula. Veja os benefícios que ela pode trazer

Confira alguns dos benefícios que a prática do yoga pode trazer:



Controle do estresse

Pesquisadores da Faculdade de Medicina de Jefferson (EUA) descobriram que o nível de cortisol, o chamado hormônio do estresse, que costuma “explodir” quando estamos à beira de um ataque de nervos, despenca logo após a primeira aula. E um estudo da Universidade de Utah (EUA), de 2008, foi além, mostrando que a redução do estresse por meio das técnicas de yoga também tem como consequência o aumento da tolerância à dor.


Melhora a função cerebral


Bastam 20 min praticando para que a concentração aumente e a memória melhore. Pesquisadores da Universidade de Illinois (EUA) descobriram que quem pratica yoga tem melhor desempenho em testes de funcionamento do cérebro se comparado a quem faz exercício aeróbio. Em outro estudo, da Universidade Federal do Rio Grande do Norte (RN), os voluntários apresentaram uma melhora de 20% na memória de longo prazo após seis meses de prática durante uma hora, duas vezes por semana.



Aumenta a  flexibilidade 





Sentir o corpo mais flexível é um dos efeitos mais imediatos do yoga. Um estudo americano diz que oito semanas de prática são suficientes para aumentar em até 35% a flexibilidade do aluno. Já uma pesquisa da Colorado State University (EUA) verificou que quem faz Bikram Ioga, ou Hot Ioga, a nova queridinha que desembarcou


Mais alegria


Um estudo da Universidade de Wisconsin (EUA) descobriu que com a meditação regular durante alguns meses (sim, no yoga também se aprende a meditar) há um aumento da atividade do córtex pré-frontal esquerdo, relacionado à felicidade e à imunidade. no Brasil, fica com a musculatura da parte de trás das coxas mais flexível e alongada.


Ajuda no controle da pressão arterial 


Essa pode ser uma boa medida para quem luta contra a pressão arterial alta. Estudo da Universidade da Pensilvânia (EUA) constatou que quem pratica yoga tem uma baixa maior da pressão do que quem segue um programa de caminhada, dieta e controle de peso. Aqui no Brasil, pesquisadores da Unifesp (SP) atestaram esse efeito em um grupo de executivos. Após oito meses, a hipertensão foi controlada.


Melhora da função sexual 

Yoga também melhora o sexo. Para homens e mulheres. Em 2009, pesquisadores da Universidade Harvard (EUA) revelaram que a prática aumenta a excitação, o desejo, o orgasmo e a satisfação sexual das moçoilas. Já um publicado na revista Journal of Sexual Medicine sugeriu que homens com ejaculação precoce poderiam triplicar sua resistência ao orgasmo com uma hora diária de yoga, durante 12 semanas.


Melhora da capacidade pulmonar 


Médicos da Chicago Medical School (EUA) observaram que os exercícios de respiração do yoga fortalecem os músculos que ajudam na oxigenação do organismo. Já um estudo da Ball State University (EUA) descobriu que, após 15 semanas de prática, há um aumento significativo da capacidade pulmonar.


Alívio da ansiedade



Doze semanas de yoga podem ajudar a reduzir a ansiedade e aumentar a produção de um neurotransmissor chamado gaba, mostrou estudo da Universidade de Boston (EUA), de 2010. Baixos níveis dessa substância estão ligadas à depressão e a outros transtornos de ansiedade.


Controle do diabetes


O yoga pode ser um grande aliado do controle do nível de açúcar (glicemia) de quem tem diabetes, porque reduz o cortisol e a adrenalina, hormônios ligados ao estresse e que fazem as taxas de açúcar saltarem. Mais: estimula a perda de peso e melhora a sensibilidade do corpo à insulina.


Melhora do equilíbrio 


A prática do Iyengar Ioga, modalidade que enfatiza o alinhamento e utiliza acessórios, melhorou o equilíbrio e ajudou a prevenir quedas em mulheres com mais de 65 anos. Foi o que revelou um estudo feito em 2008 pela Universidade Temple (EUA).


Controle do peso


Pesquisadores do Centro de Pesquisa do Câncer Fred Hutchinson, em Seattle (EUA), concluíram que a prática regular ajuda não só a perder como – e mais importante – a manter o peso.


Ossos mais fortes


Em 2009, um estudo feito pelo físico americano Loren Fishman mostrou que praticar yoga pode melhorar a densidade óssea, pois envolve posturas e exercícios que exigem que o corpo sustente o próprio peso. E isso ajuda a combater a osteoporose e a degeneração óssea.


Menor risco de doença cardíaca


Por ajudar a reduzir o estresse, baixar a pressão arterial e controlar o nível de açúcar no sangue, o yoga é um grande aliado na prevenção de doenças cardíacas.


Fontes pesquisadas: Sportlife Brasil / Personare / Wikipedia / Revista BHNews


Topo