Atividade física no verão - Cuidados a se tomar

aliados da saude
Atividade física no verão - Cuidados a se tomar

Com a volta das altas temperaturas é comum as pessoas voltarem a se exercitar ou aumentar a carga diária. 

Mas, isso pode se tornar um problema para a saúde, caso a atividade seja realizada sem acompanhamento médico.

Um dos erros mais comuns dos atletas de verão são iniciar uma atividade física sem uma avaliação cardiológica, também fazer grande quantidade de exercícios em um único dia e não estabelecer objetivos a longo prazo, afirma o cardiologista Dr. George Soncini.


Dr. Soncini explica que é o cardiologista o responsável pela análise adequada da capacidade cardiopulmonar de cada paciente. Ele explica que para o início de atividade física são solicitados, normalmente, três exames principais: o eletrocardiograma em repouso (ECG), o teste ergométrico e o ecocardiograma. Após os resultados, são observados e avaliados a carga e o tipo de atividade física que cada pessoa pode realizar.

É importante que seja feito um diagnóstico preciso já que, principalmente, depois dos 35 anos alguns pacientes apresentam problemas cardíacos sem sintomas e se colocam em riscos graves ao iniciar um exercício sem orientação, ressalta. Todos podem e devem realizar atividades físicas, mas é preciso estabelecer qual é a mais recomendada para cada pessoa.

O cardiologista faz um alerta para quem realizou check-up no início do ano e acredita já ser o suficiente. O ideal é que, todo paciente acima dos 40 anos, faça um check-up cardiológico pelo menos duas vezes ao ano. Principalmente os fumantes, hipertensos e diabéticos, enfatiza Dr. Soncini.

O médico também salienta a importância de outros profissionais durante a realização do exercício.
Todos os atletas devem ter, aliado ao cardiologista, um acompanhamento nutricional e um educador físico.
Orientações 

Dr. George Soncini dá duas dicas importantes para quem deseja começar uma atividade física.

- Primeiro, é preciso fazer o exame médico cardiológico e, dependendo da idade, serão necessários mais alguns exames complementares.

- Em segundo lugar, é importante escolher uma atividade física que possa ser dada continuidade, que seja realizada com prazer, pois, do contrário, a desistência será precoce, afirma e aconselha: a atividade física só irá mudar a sua vida se for levada a sério, como hábito. Por isso, não desista nas primeiras dores ou cansaço. Toda escalada para o Everest começa com um primeiro passo.

Fonte: O Bonde


Topo