Óleo de cártamo - Benefícios a saúde

aliados da saúde
Óleo de cártamo - Benefícios a saúde

Os benefícios do óleo de Cártamo são muitos, especialmente para beleza e saúde, principalmente nas dietas de emagrecimento e diminuição do colesterol.

O óleo de cártamo é extraído de uma flor da planta Cártamo e é composto por ácidos graxos saturados palmítico e esteárico, e os ácidos insaturados oleico (ômega 9) e linoleico (ômega 6), considerados gorduras boas ao nosso organismo por conta dos benefícios que podem proporcionar, como controle do colesterol e triglicérides no sangue.


O óleo de Cártamo além do tratamento corporal, para estética e saúde, também é usado em cosméticos, indústria bioquímica, corantes com as flores, produção do biodiesel, e na alimentação.

Mais quais os benefícios do óleo de cártamo?


Como já foi citado, o óleo de cártamo é rico em “gorduras do bem”, elas não são vilãs na dieta e podem ser consumidas, uma vez que o corpo precisa delas até mesmo para produzir alguns hormônios, equilibrar os níveis de colesterol no sangue e muitos outros benefícios. 

O óleo de cártamo contém aproximadamente de 71 a 75% de ácido linoleico (ômega 6) e de 16 a 20% de ácido oleico (ômega 9), consideradas gorduras essenciais, já que não podem ser produzidas pelo nosso organismo, mas que são fundamentais para o seu bom funcionamento. Além disso, contém também proteínas, minerais e vitaminas, principalmente vitamina E, garantindo ainda mais benefícios.

A questão se óleo de cártamo faz mal à saúde é simples, todo alimento consumido em excesso, por melhor que seja, poderá sim trazer danos. Moderação e bom senso são chaves importantes em uma boa alimentação. Confira logo abaixo os efeitos do óleo de cártamo!

Óleo de cártamo, para que serve? 

O óleo de cártamo pode apresentar diversos benefícios à nossa saúde que vão além da pergunta - óleo de cártamo emagrece?

O óleo de cártamo pode sim favorecer o emagrecimento. Como o óleo de cártamo é termogênico, ele propicia maior aceleração do metabolismo e consequentemente favorece a queima de gordura, que é fundamental no emagrecimento. O óleo de cártamo também aumenta os níveis do hormônio adiponectina, que em níveis baixos contribuem no combate a obesidade.

As propriedades antioxidantes do óleo de cártamo auxiliam no processo de desintoxicação do organismo, promovendo maior absorção de nutrientes e melhora do funcionamento intestinal. 



Porém, não faz milagre e para potencializar o seu efeito o ideal é que o uso de óleo de cártamo esteja associado à alimentação balanceada e à prática de atividade física.

Verifique abaixo alguns benefícios que tem sido são demonstrados em pesquisas científicas: 

Combate ao colesterol alto:
  • um estudo publicado no The American Journal of Clinical Nutrition observou redução dos níveis de colesterol numa média de 12 a 20%, foi um resultado muito animador! Possivelmente isto ocorre devido ao ômega 9 presente no óleo de cártamo. 
Redução dos níveis de triglicerídeos: 
  • há estudos que evidenciaram redução dos níveis de triglicerídeos e também da redução da circunferência abdominal, inclusive em mulheres
Possui ação antioxidante: 
  • a vitamina E presente no óleo de cártamo tem propriedades protetoras do envelhecimento celular, contribuindo com a neutralização dos radicais livres, elementos tóxicos e prejudiciais ao corpo.
Combate a celulite:
  • ajuda a prevenir e tratar as temidas celulites, justamente por sua ação antioxidante. 
Possui ação termogênica: 
  • ajuda a acelerar o metabolismo, favorecendo a queima de gorduras. 
Bom para quem tem diabetes: 
  • ajuda a diminuir a glicose de jejum e aumenta os níveis de adiponectina, um hormônio relacionado com a melhora da sensibilidade à insulina (transportador de glicose para dentro das células). Em todo caso, consulte um médico ou nutricionista antes de iniciar o consumo. 
Como utilizar o óleo de cártamo diretamente na alimentação! 

O ideal é que utilize o óleo de cártamo em temperatura ambiente, isso evitará a formação de substâncias tóxicas que são criadas em temperaturas mais elevadas, além do mais, o óleo de cártamo é um pouco mais caro e utilizá-lo para o dia a dia em preparações quentes não seria muito viável financeiramente. Para preparações quentes é mais indicado consumir o azeite de oliva.

Há diversas formas de comercialização do óleo de cártamo, as principais são: cápsulas de óleo de cártamo, óleo de cártamo vitamina E e também o óleo de cártamo vendido em garrafa para utilizar como azeite.

Caso prefira consumir óleo de cártamo em cápsulas, siga as recomendações do rótulo, mas lembre-se! Consulte um nutricionista para ajustes e adequações individuais.

Quando consumido de forma adequada, o óleo de cártamo não possui efeitos colaterais, muito pelo contrário, o consumo moderado de óleo de cártamo pode promover muitos benefícios, como os citados acima.

Assim como toda gordura, o óleo de cártamo é rico em calorias e o seu consumo deve ser moderado. O ideal é substituir o óleo ou azeite que já utiliza para regar a salada pelo óleo de cártamo.


Fonte: natue.com.br / pt.wikipedia.org



Relacionadas Para Você
Anterior
« Anterior
Proxima
Proxima »