Dicas de prevenção do câncer de mama


aliadosdasaude.com.br

Em 17 anos de luta contra o câncer de mama, Ilná Escóssia tem algumas dicas que a ajudaram e que ela divide com suas pacientes. 

O câncer está relacionado a múltiplos fatores genéticos e ambientais (e esses têm um peso fundamental).

De todo modo, aqui vão algumas dicas:

  • A mamografia é imprescindível, o mais importante exame na detecção precoce do câncer de mama. Pode ser feita a partir dos 35 anos, se a mulher tem antecedentes familiares de primeiro grau, quer dizer, mãe ou irmã com câncer. E anualmente após os 50 anos, para todas as mulheres. A maior incidência do câncer de mama é entre 50 e 70 anos.
  • É preciso combater o excesso de gordura na alimentação. Os estudos mostram que a gordura, em especial a gordura animal, aumenta o risco de câncer de mama. Principalmente após a menopausa, a gordura se transforma em hormônios através de uma enzima chamada aromatase, e isso aumenta o risco.
  • O sedentarismo é nosso inimigo, aumenta em 30% os riscos de câncer não só de mama, mas vários outros, como próstata. Daí a importância da atividade física na prevenção da doença.
  • A questão emocional é muito importante. Muitas mulheres que sofreram perdas, perderam filhos, maridos, empregos, desenvolveram câncer. O estresse contribui para a diminuição da imunidade e fragiliza o organismo, favorecendo alterações celulares. Com a imunidade reduzida, as células se multiplicam desordenadamente. É isso que caracteriza o processo cancerígeno, a multiplicação desordenada da célula normal, gerando os tumores.

*Ilná é médica.  Junto com as irmãs criaram no Facebook a comunidade Tempo para Viver ( facebook.com/tempoparaviver), com a experiência das três no combate à doença, além de dicas de saúde e prevenção ao câncer de mama.


Topo