Câncer de Próstata - Homens ignoram os sintomas

Câncer de Próstata - Homens ignoram os sintomas
Câncer de Próstata - Homens ignoram os sintomas

Câncer de próstata - Pesquisa internacional revela o comportamento dos homens em relação aos sintomas da doença. As mulheres podem e devem ajudar!

O mês de Novembro é dedicado mundialmente a prevenção do câncer de próstata, o Novembro Azul. Pesquisas são divulgadas todos os aos mostrando da dificuldade dos homens em lidar com esta doença, então é muito importante que todos, homens e mulheres, tenham conhecimento para poder ajudar no tratamento deste mal.

Uma pesquisa realizada pela Coalizão Internacional para o Câncer de Próstata (IPCC, na sigla em inglês) divulgou que 47% dos homens com a doença em estágio avançado desconhecem e não dão importância aos sintomas. Ou seja, não comunicam aos médicos e perdem tempo para iniciar o tratamento e aumentar as chances de cura


O levantamento foi realizado com 900 pacientes e 360 cuidadores de 10 países (Alemanha, Reino Unido, França, Espanha, Itália, Holanda, Estados Unidos, Japão, Cingapura e Taiwan). 


De acordo com a ONG britânica Câncer Care, 1,1 milhão de homens são afetados pelo câncer de próstata e provoca 307 mil mortes no mundo todos os anos.

A doença é a segunda neoplasia mais frequente em homens depois da de pulmão. O estudo revela que cerca de 10% dos pacientes chegam na consulta pela primeira vez com o tumor disseminado para outros órgãos. Por isso, diagnosticar a tempo a doença pode salvar milhares de vidas. 
Entretanto, detectar os sinais pode não ser tão simples, pois os sintomas não são específicos. Os mais comuns, de acordo com o estudo, são: cansaço (86% são afetados), dores nas costas (82%), dor generalizada (70%), fraqueza (67%) e dificuldade para dormir (62%), além da incontinência urinária. 
Cerca de 39% dos homens aguentam esses sinais sem recorrer aos médicos durante meses ou até mesmo um ano. Além disso, 34% acreditam que falar sobre sua dor faz com que se sintam fracos e 38% dizem que é difícil falar da dor na qual estão imersos. Já 57% afirmam que a dor ou o desconforto diário é algo que precisam aprender a conviver e 59% afirmam que não sabem se a dor está relacionada com o câncer.



Relacionadas Para Você
Anterior
« Anterior
Proxima
Proxima »