Angelina Jolie remove os ovários para evitar o câncer

o poder medicinal das ervas, plantas e frutas

Angelina Jolie remove os ovários para evitar o câncer

A atriz norte-americana Angelina Jolie acaba de revelar, em comunicado publicado pelo jornal New York Times, que retirou recentemente os ovários e as trompas de Falópio. Na publicação, ela afirma que realizou o procedimento porque carrega um gene que traz 50% de chances de desenvolver o câncer de ovário. A mãe de Angelina morreu aos 56 anos vítima da doença.
Em 2013, Angelina causou impacto ao fazer a mastectomia dupla (cirurgia que remove as mamas por completo) pelo mesmo motivo. Após fazer um exame genético, os médicos detectaram que ela tem uma mutação no gene BRCA¹, que a torna mais propensa a ter câncer de mama e câncer de ovário.

Aprenda a cuidar melhor da sua saúde - curso online de nutrição - conheça aqui e comece já!  Contra a recessão, invista na sua educação.
Em matéria publicada no jornal Estadão, especialistas concordam com o procedimento feito por Angelina, mas alertam que não é indicado para todas as mulheres, uma vez que cada tipo de tumor tem uma característica e é preciso avaliar os genes para saber os riscos. Este exame ainda não é oferecido na rede pública de saúde e custa cerca de R$ 6 mil.
Ao jornal Estadão, o oncologista e integrante do board científico do Instituto Lado a Lado pela Vida, Fernando Maluf, disse que a cirurgia consegue evitar o aparecimento da doença. “Os rastreamento para o câncer de mama é mais eficaz do que o para o câncer de ovário. Nenhum estudo mostrou que exames de imagem são capazes de diminuir a mortalidade. Foram feitos exames de prevenção para quem tinha essa alteração nos genes e a prevenção cirúrgica reduz em 90% a incidência de câncer de mama e ovário”. 
Fonte: Instituto Lado a Lado Pela vida
Independente de qualquer coisa, adoro essa mulher (atriz). Escrito por mim!

Relacionadas Para Você
Anterior
« Anterior
Proxima
Proxima »