A Gordura nos Alimentos



o poder medicinal dar ervas, plantas e frutas
As gorduras presentes nos alimentos são formadas essencialmente (entre 96% e 98%) por triglicerídios, um tipo de lípido simples formado por ácidos graxos e glicerina. A qualidade e propriedades das gorduras dependem fortemente do tipo de ácidos graxos que contêm.

Na sua grande generalidade, os alimentos de origem vegetal possuem poucas gorduras, com exceção dos frutos secos oleaginosos. Este tipo de gordura de origem vegetal tem vantagens sobre as de origem animal, já que predominam o tipo de ácidos graxos insaturados (um tipo de ácido que reduz o colesterol no sangue) e contém várias substâncias que são benéficas para o organismo, como a lecitina, os fitosteróis ou a vitamina E.

Os produtos de origem animal são todos ricos em gordura, excetuando o leite e produtos lácteos desnatados, o peixe branco e a carne muito magra. A gordura animal, com uma elevada proporção e ácidos graxos saturados, apresenta vários inconvenientes, como aumentar a produção de colesterol no organismo e no sangue.

Aprenda a cuidar melhor da sua saúde - curso online de nutrição - conheça aqui e comece já!  Contra a recessão, invista na sua educação.

A Gordura e a Saúde

Serve como reserva e fonte de energia, e no intestino, as gorduras veiculam e facilitam a absorção das vitaminas lipossolúveis, como as A, D, E e K.

Como o organismo consegue produzir as suas próprias gorduras a partir de hidratos de carbono e proteínas, as gorduras são nutrientes que não apresentam problemas em caso de carência. Existem apenas três tipos de ácidos graxos que o organismo não consegue sintetizar, e que por isso necessitam de ser absorvidos através dos alimentos, o ácido graxo linoleico, o linolênico e o araquidônico (muito abundantes nos frutos secos).

Vale reforçar que o excesso provoca obesidade e colesterol e que as gorduras de origem animal são particularmente nocivas para a saúde.



Relacionadas Para Você
Anterior
« Anterior
Proxima
Proxima »