734 mil pessoas vivem com o vírus HIV no País



734 mil pessoas vivem com o vírus HIV no País

Nos últimos anos, principalmente os jovens abrem mão de usar o preservativo durante o sexo

O preservativo  é a única forma de prevenção das doenças sexualmente transmissíveis e da AIDS. No entanto, 45% da população sexualmente ativa do país negligenciou o seu uso, conforme dados de pesquisa feita pelo Ministério da Saúde em 2013 e divulgada este ano. O que faz o número de casos de HIV aumentar no país chegando a 734 mil. 

O relatório mostra ainda crescimento no número de pessoas que tiveram mais de dez parceiros sexuais na vida. O percentual subiu de 26% em 2008 para 44% em 2013.
“O sexo com preservativo é mais seguro. Mesmo em uma relação de confiança é sempre bom se proteger. Alguns usam a desculpa do desconforto que ele pode causar para não usar o preservativo. Atualmente o mercado possui diversos modelo que trazem mais conforto”, ressalta Alfredo Maluf, Diretor da Preserv, linha de preservativos.
Das pessoas que vivem com HIV e Aids no Brasil cerca de 146 mil casos não foram diagnosticadas. 400 mil fazem tratamento contra o HIV. A mortalidade por Aids é de 5,7 casos por 100 mil habitantes. Por ano, mais de 11 mil pessoas morrem vítimas da doença.
Hoje em dia o Sistema Único de Saúde (SUS) oferece um teste rápido para detectar a doença. 
Conhecido como “Fique Sabendo”, basta chegar a uma Unidade Básica de Saúde e solicitar o teste. O resultado fica pronto e 20 minutos e quando o diagnóstico é positivo, a pessoa já inicia o tratamento imediatamente. Os medicamentos do coquetel devem ser tomados diariamente pelo resto da vida.
Fonte: Instituto Lado a Lado Pela Vida

Topo