Está Provado, Um Cochilo Faz Bem!

Muitos povos têm o hábito do cochilo, que é classificado como benéfico para a criatividade e o desempenho.

No Japão as pessoas dormem sempre que podem. Já vi algumas vezes algum alto governante japonês dormindo durante uma conferência, achava um absurdo. Pesquisando descobri que lá o cochilo é sinal que o indivíduo é aplicado.

Na Espanha, e em vários países de língua espanhola, a siesta após o almoço é um hábito incorporado a vida cotidiana. Em vários países orientais também.

Segundo os médicos, um cochilo ao meio-dia, de no máximo 30 minutos, não só melhora o desempenho, como também pode aumentar a capacidade criativa, pois a metade criativa do cérebro, que fica a direita, torna-se mais ativa.

Para nós ocidentais, este hábito era encarado como um absurdo, perda de tempo. Finalmente, agora algumas empresas passaram a encarar, e encorajar, este hábito como saudável para o desenvolvimento criativo.

Topo